jul 22, 2010
admin

Gaxetas de Fibra de Carbono Teadit

Os fios e filamentos a base de carbono e grafite são obtidos por processo de oxidação controlada, em temperaturas elevadas e atmosfera inerte, onde são utilizados precursores a base asfáltica ou de filamentos contínuos têxteis. Em uma primeira etapa, obtém-se a fibra de carbono (com 95% de carbono) em temperaturas acima de 1000ºC. Para se obter a fibra de grafite (acima de 95% de carbono) ocorre um novo aquecimento superior a 2000ºC, sendo que a fibra obtida é, então, transformada em fio por processo de calandragem e recoberta ou não com impregnantes específicos. Já o grafite flexível é obtido a partir do grafite puro expandido e, posteriormente, compactado sob pressão.

As gaxetas de carbono e grafite se tornaram em uma excelente opção nas aplicações de vedações em válvulas, bombas, reatores, entre outras, onde haja alta pressão ou temperatura. Em tipos específicos de gaxetas, são obtidas características particulares, devido à forma construtiva do entrelaçamento ou mesmo da concepção híbrida, que as tornam indicadas para aplicações em válvulas nas quais busca-se rígido controle de emissões fugitivas, ou em bombas que requerem maior dissipação térmica ou eliminação do fluido de selagem e/ou refrigeração. Verifique na descrição específica de cada tipo, a gaxeta que melhor atende a aplicação desejada.

As principais características comuns às gaxetas de carbono/grafite são :

• CONSTRUÇÃO ENTRELAÇADA – EXCELENTE MOLDABILIDADE
O sistema de entrelaçamento dos fios propicia uma gaxeta mais homogênea, de melhor moldabilidade, maior resistência mecânica e menor desgaste por abrasão.

• AUTO LUBRIFICANTE – BAIXO ATRITO- ALTAS VELOCIDADES PERIFÉRICAS
São 100% lubrificante, conferindo baixo atrito, aceitando altas velocidades periféricas; não apresentam queima em aplicações dinâmicas como bombas ou travamento de haste de válvulas. Propiciam uma fácil remoção e permitem trabalho em bombas onde se pretende eliminar o gotejamento.

• CONDUTIVIDADE E ESTABILIDADE TÉRMICA
Por sua alta condutividade térmica o grafite/carbono dissipa o calor gerado na caixa de gaxeta em válvulas e, em especial, em bombas com alta velocidade periférica.

• RESISTÊNCIA QUÍMICA
São materiais inertes, com excelente compatibilidade química, trabalhando em uma faixa de pH de 0 a 14, resistindo ao ataque químico de uma ampla variedade de produtos químicos como ácidos, alcalinos, derivados de petróleo e solventes, entre outros.

• INIBIDORES DE CORROSÃO
As gaxetas TEADIT® fabricadas com Carbono/Grafite, possuem sistema de inibidores de corrosão, utilizando fio ou pó de metais de sacrifício, sendo o zinco o mais usual. Estes inibidores propiciam uma excelente proteção para os diferentes tipos de válvulas de uso comum, na indústria.

Contrate a Coppi

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

A COPPI tem forte atuação no setor de manutenção industrial, oferecendo serviços de recuperação de instrumentos.

13 minutos ago

Contato

Entre em contato conosco, teremos imenso prazer em atendê-lo!

Rua P. Camargo Lacerda, 157
CEP: 13070-277 | Campinas / São Paulo

coppi@coppi.com.br

Fone: (19) 3241.1400
WhatsApp: (19) 99363-1535