fev 18, 2016
nwmidia

Teadit é premiada “Fornecedor Destaque” DETEN Química

2e1ax_default_entry_deten

A DETEN Química, empresa produtora de matérias-primas para detergentes biodegradáveis, reconheceu, pela terceira vez, a excelência do serviços prestados pela Teadit e premiou a empresa como Fornecedor Destaque de 2015. A premiação ocorreu em dezembro do ano passado. O engenheiro da Teadit Marcelo Wanderley, representou a empresa e recebeu o troféu durante o evento que aconteceu no auditório da DETEN Química, em Camaçari (BA).

Para ser reconhecida como fornecedor destaque, o fornecedor é avaliado durante o ano, nos quesitos velocidade e assertividade do orçamento, custo compatível com o mercado, cumprimento do prazo de entrega, atendimento emergencial, suporte técnico em campo, qualidade do produto, qualidade de fabricação e embalagem.

Unidade fabril da DETEN Química, em Camaçari (BA)

Unidade fabril da DETEN Química, em Camaçari (BA)

Durante o evento de premiação, a DETEN ressaltou a importância de ter o Grupo Teadit como fornecedor e parceiro, colaborando para uma maior assertividade nas metas de qualidade, produção, segurança e custos.

O destaque da Teadit na premiação corrobora com o excelente trabalho realizado pela empresa, que tem foco na qualidade de seus produtos, nos clientes e no atendimento técnico especializado.

Fonte: Teadit

jan 22, 2016
nwmidia

Dependente de hidrelétricas, Brasil quer energias renováveis

Da Agência Brasil

Para a conferência que discute o futuro do planeta, em Paris, a COP21, o Brasil leva a meta de aumentar de 28% para 33% até 2030 as fontes renováveis de energia, como eólica, solar, biomassa, entre elas o etanol, na matriz energética.

A meta desconsidera as hidrelétricas que, embora sejam renováveis, causam impacto ambiental e social por causa das barragens.

A proposta tem o objetivo de reduzir o uso do carvão e de combustíveis derivados do petróleo, como o diesel, a gasolina e o querosene.

Utilizados em aviões, caminhões, carros e nas usinas termelétricas – para geração de eletricidade –, são considerados vilões do efeito estufa, por liberar gás carbônico na atmosfera.

Na 21ª Conferência das Parte da Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas, que vai até 11 de dezembro, é esperado um acordo para diminuir os incentivos governamentais a esses combustíveis, os chamados subsídios.

De acordo com a organização não governamental (ONG) Greenpeace, a meta do Brasil de ampliar a oferta de energias renováveis, desconsiderando as hidrelétricas, é acertada, mas pouco ambiciosa.

Para a ONG, o ritmo natural de crescimento dessas energias no país já é maior do que a meta do governo.

“É uma lógica parecida com o compromisso pela redução do desmatamento, apresentam uma meta mais fácil de cumprir para depois dizer que superou”, diz o coordenador da Campanha Clima e Energia, Ricardo Baitelo.

De acordo com o ativista, o governo considera que haverá um aumento da demanda de energia e, dentro desse aumento, se prepara para oferecer fontes renováveis, por exemplo.

“Esse número do governo [de 28% para 33%] significa que o Brasil terá 3 mil megawatts por ano a mais em novas [energias] renováveis e acreditamos que o Brasil poderia ter 4 mil”, destacou.

Hoje o Brasil tem produzido energia elétrica de fato, principalmente por meio de usinas hidrelétricas. Junto com as fontes fósseis, as usinas são responsáveis por 83% do total da eletricidade gerada no país, bem mais que os 16% gerados pelas renováveis.

Com a meta anunciada pelo governo, a previsão é que as fontes renováveis em 2024 gerem 28% da eletricidade, sendo 3% de fonte solar, também chamada fotovoltaica, e 12% de energia eólica.

Segundo o Ministério de Minas e Energia, a eletricidade produzida pelo sol e pelos ventos era insignificante em 2004.

Dez anos depois, por meio de financiamento estatal aliado à queda de preços dos equipamentos, a energia eólica chegou a 5% do total da eletricidade gerada em 2014, embora a energia fotovoltaica ainda estivesse engatinhando (0,02%).

Energia eólica

De acordo com a presidenta executiva da Associação Brasileira de Energia Eólica (Abeeólica), Elbia Gannoum, por ser uma fonte não poluente, a produção dessa energia é uma tendência mundial. No Brasil, com as condições naturais favoráveis, a vantagem é ainda maior.

“Segundo fabricantes de equipamentos, o Brasil tem o melhor vento do mundo para a produção de energia eólica”, afirmou Elbia.

A produtividade por máquina no país, acrescentou, também está acima da média europeia e americana, o que favorece a redução de custos. Ela acredita que o país já tem experiência para ampliar a produção no setor.

Renováveis dependem de financiamento

Como a COP21 em Paris está no começo, o Greenpeace acha que é cedo para delinear acordos na área de energia.

A entidade, que acompanha as negociações, conta que países têm discutido como aumentar a oferta, mas sem uma solução global.

“Estamos vendo, pelo discurso dos chefes de Estado, que essa é uma preocupação acima da média, com a Índia liderando. A raiz do problema é como trazer investimentos para fazer a transição [para energia limpa]”, disse Baitelo.

Fonte: Exame Abril

dez 18, 2015
nwmidia

Teadit recebe Prêmio Visão Agro 2015 como a melhor em Vedação e Isolamento Térmico

2e1ax_default_entry_donizete

A Teadit foi premiada no 13º Prêmio VisãoAgro – Brasil, após ser eleita como a melhor empresa do Brasil na categoria “VEDAÇÃO E ISOLAMENTO TÉRMICO”, no setor sucroenergético. O diretor comercial da Teadit engenheiro Antônio Donizete representou a empresa no evento, no dia 08 de dezembro, em Ribeirão Preto (SP).

A indicação ocorreu após pesquisa, que é realizada a cada ano com empresas e profissionais do setor, com o intuito de homenagear usinas, destilarias e empresas fornecedoras de produtos e serviços para o segmento.

Mais de 80 pessoas, entre personalidades, empresas e entidades do setor sucroenergético foram homenageadas no Prêmio Visão Agro Brasil

Mais de 80 pessoas, entre personalidades, empresas e entidades do setor sucroenergético foram homenageadas no Prêmio Visão Agro Brasil

O destaque da Teadit na premiação corrobora com o excelente trabalho realizado pela empresa no segmento sucroenergético, com foco na qualidade de seus produtos e atendimento técnico especializado.

Fonte: Teadit

dez 14, 2015
nwmidia

Teadit dissemina conhecimento em eventos e seminários

Empresa é destaque na SEMANA DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA da Faculdade SENAI CETIQT e na Rio Pipeline Conference and Exposition 2015

2e1ax_default_entry_stand_20151211-155324_1

A Teadit marcou presença e foi destaque em eventos e seminários ocorridos no Rio de Janeiro, nos últimos meses. A convite da Faculdade Senai Cetiqt, a Teadit esteve na II Semana de Ciência e Tecnologia da instituição, participando da feira e do congresso, que aconteceram entre os dia 20 e 22 de outubro. Também participou da décima edição da Rio Pipeline Conference and Exposition, através da apresentação de Trabalho Técnico durante a Conferência. O evento, que é considerado um dos mais importantes do mundo na área de dutos, aconteceu entre os dias 22 e 24 de setembro, no Centro de Convenções SulAmérica

SEMANA DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA

palestra

O evento científico, promovido pela faculdadeSenai Cetiqt, visa levar conhecimento a estudantes, através da exposição, palestras, minicursos e oficinas, promovendo, assim, o contato direto dos alunos com profissionais e novas tecnologias e soluções presentes no mercado.

No espaço reservado para a exposição, a Teadit levou sua linha de produtos e soluções, que contou com a participação de profissinais qualificados, que estiveram à disposição dos estudantes para consultas, dúvidas e explicação sobre processo de fabricação, funcionamento e aplicação dos produtos.

A Teadit também foi destaque na conferência, que ocorreu em paralelo à exposição. O Supervisor de Aplicação de Produtos João Henrique Goulart palestrou para cerca de 60 estudantes sobre as novas tecnologias e as melhores práticas de aplicação de produtos para vedação industrial de fluidos críticos.

RIOPIPELINE 2015

andre2

A Teadit se destacou na conferência da Rio Pipeline Conference and Exposition 2015, onde o engenheiro André Garcia, da área de Produção da Teadit Juntas, apresentou o trabalho “DEVELOPMENT OF A TEST RIG AND PROTOCOL FOR EVALUATION OF PACKING SEALABILITY AND DRAG FORCES ON KNIFE GATE VALVES”, no dia 24 de setembro.

O trabalho foi desenvolvido em parceria com Carlos Girão, Diretor de Operação da Teadit India, José Carlos Veiga, Diretor Técnico da Teadit, e Luiz Paulo Romano, Gerente de Engenharia de Pesquisa e de Desenvolvimento, e foi muito elogiado pelos participantes.

Faz parte dos valores da Teadit e a empresa tem muita satisfação em poder contribuir com o avanço e atualização sustentáveis de conhecimento através da pesquisa, análise, teste e desenvolvimento constante de produtos, métodos e procedimentos que proporcionem excelência na selabilidade industrial. Parte de sua cultura é disseminar todo o conhecimento e tecnologia mais avançados e diferenciados através de sua constante participação em feiras e eventos, no Brasil e no restante do mundo.

Fonte: Teadit

dez 10, 2015
nwmidia

ISA CAMPINAS REALIZA ÚLTIMO EVENTO TÉCNICO DO ANO DE 2015

No último dia 26 de novembro, a Rhodia – Unidade Paulínia recebeu o último Evento Técnico do ano de 2.015. Com o tema “SIS – Sistemas Instrumentados de Segurança”, foi realizado pela International Society of Automation (ISA) – Seção Campinas. A Rhodia foi cuidadosamente escolhida por estar dentro do Polo Petroquímico de Paulínia.

Fundada em 1.942, a Rhodia tem uma área de 1800 ha, é composta por 25 unidades de fabricação, tem um volume de produção 1.200.000 t e mais 01 centro de pesquisas e 01 centro de engenharia e projetos. A empresa tem ainda como uma de suas missões “Garantir a integridade dos equipamentos constantes do programa de inspeção (SPIE), visando a segurança das pessoas e a preservação do parque industrial e do meio ambiente”, e justamente essa missão veio de encontro ao tema escolhido para o evento da ISA.

Coppi e Ascoval (Grupo Emerson Process) abriram o evento com a palestra técnica “Alternativas de Automação para Segurança de Válvulas de Processo”, ministrada pelo palestrante Reinaldo Dallacqua Assumpção. Na apresentação foi enfatizado que o elo crítico em um sistema instrumentado de segurança são os elementos finais de controle. Prevenção de falhas espúrias em aplicações com baixa frequência de acionamento e alta probabilidade de dormência. Características de um novo projeto de válvula solenoide e os fatores a serem considerados para a sua correta especificação que podem influenciar positivamente em um processo crítico. Além de mostrar a evolução das necessidades dos clientes baseado em situações enfrentadas na planta.

A Rhodia fechou as apresentações com o tema “Gerenciamento do ciclo de vida das malhas SIS na Rhodia Paulínia”. Apresentado pelo engenheiro Hugo Hashizume, que mostrou o gerenciamento do Ciclo de Vida das malhas SIS na Rhodia do site de Paulínia abordando desde a participação nas revisões dos estudos de segurança realizados por uma equipe multidisciplinar, a validação do SIL e das SIF’s pontuados nestes estudos, verificação dos instrumentos SIS em campo, criação e manutenção dos planos preventivos e a realização periódica de Testes de Segurança.

Após a conclusão das palestras foi realizado um debate entre as empresas e o público do evento. Após o debate todos se confraternizaram em um brunch oferecido pela a ISA Campinas.

O Palestrante Reinaldo Dallacqua Assumpção ressaltou alguns pontos sobre o evento: “Conseguimos atingir o público alvo, além disso o evento superou as nossas expectativas em relação ao número de participantes, palestras técnicas muito boas, local do evento adequado e boa organização”.

ISA 26 NOV 2015

dez 9, 2015
nwmidia

Fabricante de Válvulas é aprovada pela norma API 624 utilizando Gaxeta Teadit

2e1ax_default_entry_gaxeta-teadit-2236

A aprovação veio para corroborar a excelente performance da Gaxeta Teadit QUIMGAX® 2236

O trabalho desenvolvido pela Teadit North America em parceria com a empresa de válvulas Ladish Valves foi destaque na Valve World Americas Expo & Conference, que aconteceu em Houston (EUA), nos dias 15 e 16 de julho. O paper teve como ponto de partida uma publicação da revista Valve World, em novembro de 2014, que destacou a utilização da gaxeta de grafite Teadit QUIMGAX® 2236 em testes com válvulas da Ladish Valves, alcançando a aprovação no protocolo API 624.

O teste foi realizado nas instalações da empresa Ladish Valves – empresa americana fabricante de aço inoxidável e de válvulas resistentes à corrosão – e completou com sucesso os rigorosos procedimentos do protocolo para baixa emissão, garantindo a certificação.

A aprovação corrobora mais uma vez a excelente performance da Gaxeta TEADIT® 2236. O produto já é reconhecido pelo mercado, tendo recebido o certificado TaLuft, aprovação pelo Yarmouth Research and Technology, LLC em Emissões Fugitivas segundo API 622 e Fire Test, pelo procedimento Chevron e pela ISO 15848. Além dessas aprovações, a Gaxeta QUIMGAX® 2236 tem reconhecimento unânime entre as mais qualificadas indústrias petroquimicas do mundo que a utilizam. Os níveis de controle de selabilidade alcançados pela Gaxeta QUIMGAX® 2236 jamais foram obtidos por nenhuma outra gaxeta, até hoje.

Para ter acesso ao trabalho completo, clique aqui.

Fonte: Teadit

nov 27, 2015
nwmidia

Renováveis responderão por 26% da energia mundial até 2020

As fontes renováveis serão as grandes responsáveis pelo aumento da capacidade energética global até 2020, segundo relatório da Agência Internacional de Energia (IEA) divulgado em outubro. Elas responderão por dois terços de todo o aumento previsto para esse período. O levantamento foi apresentado a ministros de energia dos países que compõem o G20 – como Brasil, Argentina, China, Japão, Estados Unidos e União Europeia.

A projeção é que, nos próximos cinco anos, as fontes renováveis acrescentem ao sistema 700 gigawatts (GW) – número que, segundo o órgão, equivale a mais que o dobro da atual capacidade energética do Japão. Vale ressaltar que mais da metade desse aumento não virá das hidrelétricas, mas de parques eólicos (que aproveitam a força dos ventos para gerar eletricidade), e de usinas fotovoltaicas (que usam a luz do sol).

Caso as estimativas da IEA se concretizem, dentro de cinco anos 26% da produção global de energia virá de fontes renováveis – quantidade suficiente para suprir a demanda atual de China, Índia e Brasil, somados. Dois anos atrás, esse percentual era de 22%.

De modo geral, os custos relacionados à geração de energia renovável registram queda em muitas partes do mundo

Segundo a IEA, os países com economias emergentes ou em desenvolvimento responderão por dois terços da expansão de energia renovável no mundo. A China, sozinha, será responsável por cerca de 40% do incremento energético proveniente de fontes renováveis. Para tanto, demandará quase um terço dos novos investimentos do setor.

Energia e economia

O relatório também chama a atenção para o potencial da África subsaariana. Com excelentes fontes de vento, água e luz solar, os países da região podem encontrar nas fontes renováveis de energia uma aliada importante para o crescimento econômico. Isso requer, todavia, vontade política e um avanço no custo-efetividade da produção energética.

De modo geral, os custos relacionados à geração de energia renovável registram queda em muitas partes do mundo, diz a agência, citando como exemplos Brasil, Índia, África do Sul e EUA. Esse processo de barateamento se deve ao progresso tecnológico, assim como a melhores condições de financiamento e de distribuição de energia para novos mercados.

Contudo, o relatório também aponta alguns riscos que ameaçam o setor, como barreiras regulatórias, restrições da rede elétrica e problemas macroeconômicos. O documento ainda alerta os governantes para que eles reduzam as incertezas políticas que acabam funcionando como freios para um desenvolvimento mais amplo na área.

Eco Desenvolvimento

Fonte: Notícias Terra

nov 3, 2015
nwmidia

Sistemas Instrumentados de Segurança SIS/SIL

Estão abertas as inscrições para o evento: Sistemas Instrumentados de Segurança SIS/SIL que acontecerá no dia 26/11/2015 as 09 horas.

O representante da Coppi, Reinaldo Dallacqua Assumpção, palestrará ás 9:50h sobre o tema: Alternativas de automação para segurança de válvulas de processo.

Saiba mais acessando o link: http://goo.gl/QH4rOl

coppi

out 26, 2015
nwmidia

Grupo Teadit: presença na Ásia

2e1ax_default_entry_feira2

Empresa participa da Valve World da China e promove treinamentos na unidade fabril da Índia

A Teadit marcou presença em mais uma edição da Valve World Expo & Conference, dessa vez na cidade de Suzhou, na China, que aconteceu nos dias 23 e 24 de setembro, e reuniu em seu stand, profissionais da unidade da Teadit na Ásia e seus principais clientes. Mais de 7 mil pessoas participaram do evento, que abriu espaço para as últimas tecnologias de produtos industriais do segmento de óleo e gás, petroquímica, onshore e offshore, além de mercados de geração e energia.

Além da exposição, a Teadit participou da Conferência, que ocorreu em paralelo à feira. Ron Walters, gerente de produtos Low Emissions da Teadit North America, apresentou o paper “Valve SealingResearch & Development Equipment”, trabalho de co-autoria do engenheiro Carlos Girão, diretor industrial da Teadit Índia, e do engenheiro Luiz Paulo, gerente de desenvolvimento da Teadit Brasil.

Esta foi a segunda participação da Teadit na Valve World Asia, que atraiu inúmeros visitantes em seu stand e foi destaque na Conferência. O sucesso de sua participação corrobora o destaque da Teadit no cenário internacional, considerada referência no segmento de vedação para indústria de válvulas.

b2ap3_thumbnail_conferencia      b2ap3_thumbnail_feira

Ron Walter, da Teadit North America, durante apresentação do paper na Conferência e equipe reunida no Stand da Teadit na exposição

Teadit Índia promove semana de treinamentos técnicos

E em continuidade aos eventos ocorridos recentemente na Ásia, o Grupo Teadit também promoveu uma série de treinamentos, visitas e palestras técnicas na Índia, na unidade da empresa no país, localizada em Baroda. Sempre investindo na disseminação do conhecimento, na padronização da qualidade ténica e no atendimento de excelência em âmbito global, a empresa enviou o gerente de desenvolvimento de mercado da Teadit Brasil Roberto Araújo, que ministrou curso para os colaboradores Teadit (engenheiros e equipe de vendas), além dos principais clientes e distribuidores da empresa no país.

roberto

Colaboradores da Teadit, clientes e distribuidores durante treinamento técnico, na unidade Índia

roberto2

O gerente Roberto Araújo, da Teadit Brasil, falou sobre atualização ténica de produtos e aplicações

O Grupo Teadit atual mundialmente há décadas e cada vez mais, através de sua qualidade técnica, rigor nos processos e especialização dos profissionais, vem se consolidando em todos os continentes como uma empresa de soluções e inovações técnicas.

Fonte: Teadit

out 22, 2015
nwmidia

ASCOVAL Premia COPPI como Melhor Distribuidor do Estado de São Paulo

A Coppi Comercial foi premiada pela Ascoval como Melhor Distribuidor do Estado de São Paulo em 2015. A premiação ocorreu durante o encontro anual de distribuidores, realizado dia 20 de outubro, em Barueri.

O evento reuniu distribuidores de todo o país e os principais executivos da Ascoval, como Ignácio de la Rosa, Diretor Geral, Roberto Pinheiro, Diretor Comercial, e Mauricio Garcia, Diretor de Negócios.

“Ao meu entender, um reconhecimento como esse é MUITO MAIS IMPORTANTE num momento de crise como o que o nosso país atravessa do que em momentos de prosperidade. Isso evidencia e comprova o que acompanho no nosso dia-a-dia: muito trabalho, dedicação e comprometimento de toda nossa equipe. Além disso, mostra nossa sólida estrutura, organização e saúde financeira, pois apesar de necessário reorganizar e redefinir algumas diretrizes das empresas, conseguimos mesmo assim apresentar resultados de crescimento nesse ano de extrema adversidade.”, diz Paulo Martinez, Gerente Comercial da COPPI.

IMG_6551

Páginas:«1234567...34»
Facebook

Acompanhe a Coppi no Facebook e fique por dentro das novidades.

A COPPI tem forte atuação no setor de manutenção industrial, oferecendo serviços de recuperação de instrumentos.

13 minutos ago

Contato

Entre em contato conosco, teremos imenso prazer em atendê-lo!

Rua P. Camargo Lacerda, 157
CEP: 13070-277 | Campinas / São Paulo

coppi@coppi.com.br

Fone: (19) 3241.1400
Fax: (19) 3241.1270